segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

NOTÍCIA DO G1

Detento com tornozeleira é baleado ao tentar assalto, diz Sindicato dos Agentes Penitenciários
Homem alegou à polícia que foi baleado em frente de casa por desconhecidos. Secretaria de Ressocialização confirma que ele está internado, mas não informa detalhes da ocorrência.

Um presidiário com tornozeleira eletrônica foi baleado e está internado no Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, região central do Recife. Nesta segunda-feira (16), o presidente do Sindiciato dos Agentes Penitenciários de Pernambuco (Sindasp-PE), João Carvalho, afirmou que ele foi alvejado ao tentar assaltar um agente penitenciário no bairro de Casa Amarela, na Zona Norte da capital.

A Secretaria de Ressocialização (Seres) confirmou que um detento monitorado por tornozeleira eletrônica em razão de uma decisão judicial está internado no HR, mas não deu detalhes da ocorrência. A secretaria também confirmou que o agente penitenciário foi baleado em uma tentativa de assalto, mas destacou que o autor dos disparos não foi identificado.
Segundo o presidente do Sindasp, o agente estava em uma área comercial de Casa Amarela, quando foi abordado pelo detento e outro homem. Ao perceber que seria alvo de assalto, o agente reagiu. O detento também atingiu a vítima e os dois deram entrada no Hospital da Restauração.

O detento levou um tiro na barriga e, de acordo com a unidade de saúde, deu entrada no bloco cirúrgico às 19h de sábado. Na manhã desta segunda-feira (16), encontrava-se em recuperação. Atingido no abdômen, o agente penitenciário passou por cirurgia e, segundo a Seres, está consciente, sem risco de morrer.

João Carvalho informou que, logo depois do crime, representantes do sindicato estiveram no HR para acompanhar o companheiro de trabalho. “Perguntamos aos funcionários do hospital se tinha chegado alguém baleado. Identificamos a pessoa e soubemos que ele estrava com a tornozeleira. Acionamos a polícia e a central de monitoramento”, afirmou.
Carvalho acrescentou que o agente reconheceu o detento como um dos que tentaram assaltá-lo. “Mostramos uma foto e ele afirmou que aquele homem tinha participado do tiroteio”, declarou, acrescentando que o segundo suspeito do crime conseguiu fugir.

O homem suspeito de participar da tentativa de assalto já havia sido preso em 2004, em 2005 e em 2007, por roubo, segundo informações repassadas pelo Sindasp-PE.

No registro da ocorrência feito pela Polícia Civil de Pernambuco, o suspeito relatou que foi atingido quando estava na frente de casa, na Zona Norte da capital. Desconhecidos se aproximaram e atiraram, de acordo com o detento. Ele alegou ainda que fez inimizades quando esteve detido no Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife. Lá, teria atuado como 'chaveiro', detento que toma conta dos demais presos e tem as chaves dos pavilhões.

Fonte:
http://g1.globo.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário